Não vos deixeis levar em redor por doutrinas várias e estranhas, porque bom é que o coração se fortifique com graça, e não com alimentos que de nada aproveitaram aos que a eles se entregaram. Hebreus 13:9

Assembléia de Deus
Sede - Maringá / Paraná)

Estudos

24/12/2013 / Estudos

Estudo 2 da Série de Estudos: Um Natal que Vale a Pena

O NATAL VALE A PENA QUANDO INCLUÍMOS AS PESSOAS EM VEZ DE EXCLUÍ-LAS

ADMaringá Pr. Robson Brito

Natal



Ilustração


Durante uma longa entrevista coletiva que concedeu em uma das concentrações da seleção brasileira de Futebol na cidade de Johanesburgo, Kaká fez uma pausa para desabafar a respeito de preconceito contra si e contra as pessoas que seguem a orientação evangélica. Kaká citou um determinado jornalista (Juca Kfouri) e blogueiro do provedor UOL. “Disse que o tal jornalista tem dirigido os canhões para mim, não profissionalmente, mas de uma forma pessoal, direcionada a minha fé em Jesus Cristo. Respeito ele como ateu, mas espero respeito com aquele que professa sua fé através de Jesus Cristo”, declarou o meio-campo. “E digo isso não só a meu respeito, mas falando de milhões de brasileiros que creem em Deus e em Jesus Cristo”, completou Kaká.


Nós evangélicos também nos discriminamos mutuamente. Evangélicos discriminam católicos e vice-versa. Cristãos discriminam outras religiões


No dia em que Jesus Cristo nasceu como ser humano houve a materialização da graça de Deus. E Deus não discrimina, o natal prova que o Senhor é o Deus da inclusão.


Entende-se que inclusão é o ato de fazer as pessoas terem acesso as mesmas oportunidades que eu tenho. Na parábola do bom Samaritano, o Levita e o Sacerdote deixaram de incluir. Mas, o Bom Samaritano incluiu. Vejamos nesse estudo três aspectos de inclusão que Deus nos ensina por meio do natal.


Nosso Deus não exclui as pessoas. Ele as inclui. Leiamos Deuteronômio 10.17


I. COM O NATAL BIBLICO, DEUS INCLUI OS QUE UM DIA CAÍRAM EM DESGRAÇA (Mt 1.3 Tamar; v. 5 Raabe e Rute; v. 6 Beteseba - amulher de Urias; v. 7 Roboão; v. 8 Uzias; v.10 Manassés e Amom).


1) Tamar: Assim, Tamar ocultou sua identidade e se disfarçou de prostituta para conseguir que o próprio sogro tivesse relações sexuais com ela, astutamente ficando com o anel de chancela, o cordão e a vara dele como garantia.


2) Raabe: Raabe é uma personagem do Antigo Testamento da Bíblia que, segundo o Livro de Josué, teria sido uma prostituta que morava nos muros da cidade de Jericó.


3) Rute: Uma mulher que se tornou viúva (discriminada) e estrangeira moabita (povo que fora fruto do incesto de Ló com sua filha mais velha promovido pela filha mais velha de Ló, Sobrinho de Abraão, fato ocorrido logo após a destruição de Sodoma e Gomorra.).


 Manassés: “Fez o que era mal aos olhos do Senhor.” (2 Cronicas 33.2).


Provavelmente não houve em toda a historia bíblica de Israel, um rei tão malvado quanto o foi Manassés.


1. Não aproveitou o avivamento do período de seu pai – o rei Ezequias (2 Cr. 33.3).


a) idolatria – “levantou altares a baalins e fez bosques”.


b) astrologia - prostrou-se diante de todo o exército dos céus e o serviu (2 Cr.33.3).


c) profanação – profanou a Casa do Senhor, edificando altares nos pátios e colocando um ídolo (imagem esculpida) dentro do templo.


d) paganismo – fez passar os seus filhos pelo fogo no Vale do Filho de Hinom.


e) prostituição – conduziu o povo ao pecado (2 Cr. 33.9).


2.  Recusou-se a escutar os profetas enviados do Senhor (2 Cr. 33.10). É um grave perigo tapar os ouvidos para não ouvir a mensagem de Deus enviada pelos seus profetas.


3) Segundo a tradição, Manassés mandou serrar o profeta Isaías (Hb 12.37).


Logo,


·         Todos nos temos motivos para sermos excluídos por Deus mas ele nos inclui;


·         Se eu for vitima da discriminação e preconceito devo confiar em Deus, que Ele me fará justiça;


·         Se eu defender o discriminado, o pobre, o oprimido estarei fazendo um serviço para Deus.


II. COM O NATAL BIBLICO DEUS INCLUI TODAS AS NAÇÕES DA TERRA


Não somente os hebreus, descendentes de Abraão.


1. Gn 22.18: E em tua semente serão benditas todas as nações da terra, porquanto obedeceste à minha voz. Paulo retomou essa profecia – Gl 3.8,9: Ora, tendo a Escritura previsto que Deus havia de justificar pela fé os gentios, anunciou primeiro o evangelho a Abraão, dizendo: Todas as nações serão benditas em ti. De sorte que os que são da fé são benditos com o crente Abraão.


2. Mt 2. 1,2: E, tendo nascido Jesus em Belém da Judéia, no tempo do rei Herodes, eis que uns magos vieram do Oriente a Jerusalém.


3. Simeão: Lc 2. 30-32: Meus olhos viram a tua salvação, a qual tu preparaste perante a face de todos os povos, luz para alumiar as nações...


4. Salmos 72:17 Todas as nações lhe chamarão bem-aventurado.


5. Jo 1.11,12


6. Ap 5. 9: E cantavam um novo cântico, dizendo: Digno és de tomar o livro e de abrir os seus selos, porque foste morto e com o teu sangue compraste para Deus homens de toda tribo, e língua, e povo, e nação;


7. A encarnação anuncia o desejo de Deus findar a discriminação sobre nós gentios – Fuga para o Egito - Mt 2.13,14: ... o anjo do Senhor apareceu a José em sonhos, dizendo: Levanta-te, e toma o menino e sua mãe, e foge para o Egito, e demora-te lá até que eu te diga, porque Herodes há de procurar o menino para o matar. E, levantando-se ele, tomou o menino e sua mãe, de noite, e foi para o Egito. E esteve lá até à morte de Herodes, para que se cumprisse o que foi dito da parte do Senhor pelo profeta [Os 11.1], que diz: Do Egito chamei o meu Filho.


8. Jesus declarou que haverá surpresa na eternidade:


Jesus, ao ouvi-lo, admirou-se e disse aos que o seguiam: Em verdade vos digo: Não encontrei ninguém em Israel com tão grande fé! Digo-vos que, do Oriente e do Ocidente, muitos virão sentar-se à mesa do banquete com Abraão, Isaac e Jacó, no Reino do Céu. (Mt 8,5-11).


 


III. COM O NATAL BÍBLICO DEUS INCLUI OS TACHADOS DE AMALDIÇOADOS


Mt 2. 1,2: E, tendo nascido Jesus em Belém da Judéia, no tempo do rei Herodes, eis que uns magos vieram do Oriente a Jerusalém.


A BÍBLIA E A ASTROLOGIA


1) Porque Deus sempre condenou consultar os astros para pretensamente descobrir o futuro:


Dt. 4.19: E, quando olharem para o céu, não caiam na tentação de adorar o sol, a lua ou as estrêlas. Pois o SENHOR, nosso Deus, repartiu o sol, a lua e as estrelas entre os outros povos, para que eles os adorem.


Dt  17.2-5: É possível que, em alguma das cidades que o SENHOR, nosso Deus, vai dar a vocês, um homem ou uma mulher peque contra Deus e quebre a aliança feita com ele, isto é, adore outros deuses, ou o sol, ou a lua, ou as estrelas, desobedecendo assim à lei de Deus. Se souberem que alguém está fazendo isso, examinem o caso com todo o cuidado. Se ficar provado que, de fato, foi cometido um pecado tão grave no meio do povo de Israel, levem a pessoa culpada, seja homem ou mulher, para fora da cidade e matem a pedradas.


Dt.12-29-31;


2) Denunciou Israel que se desviou da fé e da verdade e até se cansou de tanto consultar os agoureiros que consultam os astros


Is.47.12,13. E Deus finaliza dizendo que eles serão passageiros como a grama  seca que e queimada.


3) Porque é falsa a ideia de que os astros definem nosso futuro e nossa sorte. Não são os astros que governam nossas vidas e sim Deus.


Sl.91.1-7 ; Is.41.10-13.


A Astrologia de hoje que ‘e explorada pelo espiritualismo não é a primitiva que foi praticada na Caldéia. Aquela era uma ciência, a parte donde originou-se  a ciência astronômica atual. Daniel, na Caldéia, foi posto como chefe dos cientistas astrólogos (Dn.2.48,5.11), mas sua sabedoria vinha diretamente de Deus.( Dn. 1.17,2.27-28).


É preciso distinguir astrologia é adivinhação, portanto é pecado; astronomia é uma ciência séria, portanto como todo saber vem de Deus, não é proibida pela palavra do Senhor. Vejamos as distinções adiante:


Astrologia: é adivinhação por meio dos Astros. Especulação da influência dos astros no destino e comportamento de pessoas, negócios, atividades ,etc.


Astronomia é a ciência que trata da constituição e movimento dos astros.


Astrólogo - o fato de predizer o futuro pelos aspectos influencias e posições dos corpos celestes, esteve em voga entre os povos da Antiguidade.


Astrônomo – cientista que estuda os astros


Portanto, não podemos generalizar a todos como os judeus faziam, não distinguindo os cientistas que estudavam os astros dos adivinhadores que se fixavam neles para adivinhar o futuro. Um cristão jamais deve excluir as pessoas, por causa da sua religião, por causa da sua posição sócio econômica, por causa da sua condição intelectual ou por qualquer outra acepção. E o natal nos inspira a jamais discriminarmos o ser humano, pois foi criado à “imagem e semelhança de Deus” (Gn. 1.26).  Como disse Jacó a Esaú, depois da reconciliação entre ambos: “...ver a tua face é como contemplar a face de Deus; além disso, tu me recebeste tão bem! (Gn. 33.10b)

© Assembléia de Deus de Maringá. Todos os direitos reservados.
Google+