Não vos deixeis levar em redor por doutrinas várias e estranhas, porque bom é que o coração se fortifique com graça, e não com alimentos que de nada aproveitaram aos que a eles se entregaram. Hebreus 13:9

Assembléia de Deus
Sede - Maringá / Paraná)

Estudos

11/12/2008 / Estudos

O que é adorar a Deus?

Adoração a Deus


1. Adorar é render-se (do grego: "proskuneo").


Reconhecer a nossa inferioridade e a superioridade de Deus, colocando-nos à Sua inteira disposição. A idéia básica é a de submissão. O gesto de curvar-se diante de uma pessoa e ir até o ponto de beijar os seus pés.

Ex.: a intenção de Satanás na tentação de Jesus (Mt 4:9, Lc 4:7-8). Jesus responde: "Ao Senhor Teu Deus adorarás (proskunesis) e só a Ele darás culto (Mt 4:10).


2. Adorar é servir (do grego "latreia")


Este termo é usado por Paulo em Rm 12:1, para descrever o corpo entregue a Deus como sacrifício vivo, santo e agradável. Ofertar a Ele toda a nossa potencialidade, capacidade, inteligência, energia, experiência e dedicação. Servir, como reconhecimento da transformação que Ele operou em minha vida. Ele merece o melhor do meu serviço, como forma de gratidão.


3. Adorar é reverenciar (gr. "sebein") a Deus, com temor (gr. "phobos").



a) O verdadeiro adorador, tem uma reverente preocupação de fazer o que agrada a Deus, e fugir do que agrada ao diabo. João relata : "Sabemos que Deus não atende a pecadores, mas pelo contrário se alguém teme a Deus (gr. "theosebes", que tem a mesma raiz de "sebein") e pratica sua vontade, a este atende" (Jo. 9:31).


b) Temos de reconhecer não apenas a Sua bondade, como também Sua severidade (Rm 11:2 - considerai a bondade e a severidade de Deus).


c) Reconhecer Sua justiça (Hb 10:31) - terrível coisa é cair nas mãos do Deus vivo). A santidade de Deus nos estimula a obedecê-lo (1 Pe. 1:16 - sede santos, porque Eu Sou santo).


4. Adorar é realizar serviço sacerdotal (do grego: "leitourgeo").



a) O serviço dos sacerdotes no templo foi superado com o sacrifício de Cristo, o Sumo-Sacerdote, na cruz (Hb 7:26-28).


b) Paulo oferecia seu serviço pastoral às igrejas, como uma oferta aceitável a Deus (Rm 15:16).


c)      A obtenção de fundos para os carentes da igreja de Jerusalém chama-se "leitourgia" (2 Co 9:12) .


d)      Os cristãos, quando servem aos irmãos, motivados pelo amor a Deus, exercem a "leitourgia" (At 13:2). Quem serve a Deus serve a igreja e vice-versa ("Adoração Bíblica", Russell Shedd, Ed. Vida Nova).
 

© Assembléia de Deus de Maringá. Todos os direitos reservados.
Google+